Viciado em açúcar? E agora? 2ª Parte

Dando continuidade à nossa série Açúcar, não!, vamos compartilhar com vocês alguns alimentos, nossos velhos conhecidos, que vêm cheinhos de açúcar. Vamos alertá-los em relação a um dos chefões do bando dos Doces Malvados, o xarope de milho rico em frutose e, para fechar essa 2ª edição da série, vamos comentar sobre um assunto, que poderá surpreendê-lo: os perigos da frutose.

Grande parte dos alimentos industrializados contêm porções generosas de açúcar! Confira você mesmo: passe a ler os rótulos!

Grande parte dos alimentos industrializados contêm porções generosas de açúcar! Confira você mesmo: passe a ler os rótulos!

Que alimentos contêm açúcar

Aí, ouve-se um grito na multidão: Mas, sem açúcar a gente não vive! É verdade, mas o açúcar que é essencial ao bom funcionamento do nosso corpo é a glicose, açúcar natural que o nosso corpo produz, na interação com os alimentos que vêm direto da natureza. Esse é o açúcar que o nosso corpo está preparado para digerir,  assimilar e, que precisa para ter energia.

O açúcar que faz mal é o que é artificial, feito pelo homem e, diga-se de passagem, de uma maneira totalmente desumanizada. E, quando a gente se refere ao açúcar, estamos nos referindo, não  somente ao açúcar branco refinado, mas a todos os alimentos que contêm açúcar embutido, assim como aqueles que se convertem em açúcar, como, por exemplo, arroz branco, macarrão, pães, biscoitos, pizzas, e, todos os junkies da face da Terra.

Sabe aquelas comidas mais tentadoras! Elas são cheinhas do doce veneno...que pena, né?

Sabe aquelas comidas mais tentadoras? Pois é,  elas são cheinhas do doce veneno…que pena, né?

Alguns desses alimentos estamos carecas de saber que são açucarados, mas outros têm o açúcar cuidadosamente embutido em suas composições. Vamos dar uma examinada nisso.

açúcar branco

açúcar mascavo

achocolatado em pó

balas

barrinhas de cereal

biscoito cream cracker integral

carnes defumadas

catchup

cereais matinais

drágeas de vitaminas

frutose

gelatina artificial

iogurte com sabor

maltodextrina

maltose

mel

melado

molhos prontos para salada

pão francês

pão integral (com algumas raras exceções)

refrigerantes

sorvetes

suco de frutas em caixa

suco de soja

xarope de milho rico em frutose

Xarope de Milho Rico em Frutose: passem bem longe dele!

O xarope de milho com alta concentração de frutose consegue SER AINDA PIOR que o próprio açúcar branco, que é uma bomba! Passem bem longe dele!

O xarope de milho com alta concentração de frutose consegue SER AINDA PIOR que o próprio açúcar branco, que é uma bomba! Passem bem longe dele!

O xarope de milho rico em frutose (high fructose corn syrup), também conhecido como xarope de milho de alto teor de frutose, é muito utilizado na indústria alimentícia, por ser mais barato e, ainda mais potente que o açúcar tradicional.

O milho, antes de qualquer coisa, já começa oferecendo o perigo da transgenia, que é a modificação genética dos alimentos, feita artificialmente em laboratório. Agora, imaginem uma substância que é extraída de um alimento transgênico e, que passa por um refinamento ainda mais escabroso do que o do açúcar? Se o açúcar é um veneno, o xarope de milho rico em frutose é veneno e meio, pessoal! Passem bem longe dele! Para isso, tornem-se mestres na arte de ler rótulos, que geralmente trazem essa informação em letrinhas bem miudinhas, justamente, para desestimular a leitura.

Várias pesquisas têm ligado o alto consumo de alimentos, que contêm xarope de milho de alto teor de frutose, com doenças como o diabetes mellitus (Tipo2) e a obesidade.

Cuidado com os alimentos que contêm o famigerado xarope de milho com alto teor de frutose! C U I D A D O  ! ! !

Cuidado com os alimentos que contêm o famigerado xarope de milho com alto teor de frutose! CUIDADO!

Cuidado com esse Doce Malvadão, que consegue ainda ser pior que  o açúcar comum e, está presente em quase todos os pacotes que a gente encontra nos supermercados comuns.

Uma palavrinha sobre a frutose

Segundo especialistas em nutrição e metabolismo, o excesso de frutose também pode ser muito prejudicial. Fiquem ligados!

Segundo especialistas em nutrição e metabolismo, o excesso de frutose também pode ser muito prejudicial. Fiquem ligados!

A gente sempre soube que comer frutas frescas, fonte natural de frutose, faz bem à saúde, não é verdade?

Mas, a nutricionista norte-mericana Maria Emmerich, especializada em metabolismo, tem uma palavra de precaução em relação à frutose. Segundo Emmerich, a frutose deve ser consumida sem exageros, para que não se torne um fardo pesado para a saúde. A conceituada nutricionista americana explica que a frutose é metabolizada diretamente pelo fígado e, quando é ingerida em excesso, o fígado não consegue se livrar dela, os triglicerídeos vão lá nas alturas e, o fígado acaba se tornando um fígado gorduroso. Dessa forma, a  frutose oferece de cara o perigo de uma esteatose hepática, que é uma porta de entrada para a obesidade e a cirrose não-alcólica.

Além disso, acrescenta Maria Emmerich, o excesso de frutose reduz a sensibilidade dos sensores da insulina, o que causa o diabetes, tipo 2; por ter muito ácido úrico aumenta a pressão arterial e causa gota; causa deficiência de cobre o que pode causar infertilidade, perda óssea, anemia, defeitos nas artérias, incapacidade de controlar o açúcar do sangue e até infarto.  Emmerich diz no seu livro, Secrets to a healthy metabolism, que consumir frutose é basicamente consumir gordura!

Vale a pena conferir!

Deixo aqui pra vocês um vídeo muito interessante, feito pela PuraEco, que se chama: A principal causa pela qual o seu filho pode morrer antes que você. Vale a pena conferir, pessoal!

http://puraeco.com.br/a-principal-causa-pela-qual-o-seu-filho-pode-morrer-antes-que-voce/

No próximo post da série Açúcar, não! vamos conversar aqui sobre os problemas físicos que o consumo exagerado de açúcar pode nos trazer. Fiquem ligados!

 

Se gostou do que leu, curta a nossa página no FaceBook!

https://www.facebook.com/AlternativasSaudaveis

curta a nossa página no FaceBook!

curta a nossa página no FaceBook!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TESTE