Futebol também é terapia!

Ultimamente, temos visto pessoas e grupos protestando contra a Copa, pelo o que entendi, por causa da incomensurável fortuna que foi gasta, para o Brasil sediar o maior de todos os campeonatos de futebol, versus as muitas carências básicas do país, como por exemplo, a saúde e a educação, só para citar algumas delas.

Concordo com a indignação, mas discordo com a maneira escolhida para expressá-la. É como quando a bola sai completamente do campo, pela linha de fundo, sem que um gol seja marcado. O que se ganha com uma jogada dessas?

Não seria mais estratégico demonstrar a nossa imensa insatisfação com a política desse país, na hora de irmos às urnas escolher quem vai nos governar? Isso sim seria um gol, de placa!

Maracutaias à parte, futebol é futebol! Nesse quesito o mundo inteiro concorda, futebol é unanimidade. Nós brasileiros, somos suspeitos para falar, porque já, nascemos convivendo com o esporte, de uma forma ou de outra. Faz parte da cultura, está no sangue.

Além de ser um esporte exuberante, o futebol tem o poder de unir as pessoas, de fazer com que a gente sinta uma forte conexão com o nosso time, com a nossa comunidade e, isso tudo se multiplica por mil quando chega a hora de torcermos pela nossa seleção. É a maneira mais instantânea de sentirmos que nós todos somos um!

futebol também é terapia!

futebol também é terapia!

Até os mais reservados, ou aqueles que dizem que não querem torcer, na hora “H”, extravasam um turbilhão de emoções, que saem como as borbulhas de um bom champagne, não dá pra segurar… A gente torce, grita de nervoso, chora de medo, pula de alegria…a gente faz uma grande catarse, tudo por conta do futebol.

E, isso não é bom? Isso é maravilhoso! Ou você pensa que toda essa emoção que sai, aos borbotões, é só por causa do jogo? Pode ter certeza que não! Toda aquela emoção que sai espontaneamente na hora do jogo, puxa lá de dentro muitas outras emoções, que estavam reprimidas e despercebidas, na maioria das vezes, nos fazendo muito mal. Além de tudo, o futebol é terapêutico sim, senhores!

Essa Copa tem sido também um grande exercício de aceitação. Aceitação de quê? Da mudança dos tempos, da evolução do futebol mundial e, da mudança do futebol brasileiro. Seleções como a de 1970, por exemplo, até hoje, deixam aos que a conheceram com os olhos marejados de nostalgia, pela beleza e poesia de um tempo em que o Brasil jogava o futebol-arte! Aquele era o tempo de Pelé, Tostão, Clodoaldo, Rivelino e Leão.

Mas, os tempos são outros. O mundo aprendeu a jogar futebol, que se tornou muito mais veloz, muito mais técnico e muito mais ofensivo. A arte cedeu lugar à máquina, que move uma indústria milionária, além das emoções. Fazer o quê, né? Vamos dar um voto de confiança à nova seleção brasileira de Neymar, David Luiz, Hulk, Osmar e Júlio César. Isso é aceitar.

Que esses meninos têm talento, isso ninguém pode negar. No entanto, em matéria de conjunto, a gente ainda não sabe se a receita vai dar liga. Só o tempo vai dizer, esperamos que sim!

O futebol também nos lembra que na vida existe sempre o elemento surpresa. Que o digam a seleção da Costa Rica, que ninguém imaginava que chegaria onde chegou. Tudo pode mudar até quase na hora de apagar as luzes. Como foi o caso de Uchoa, o (quase) infalível goleiro mexicano, que, com o jogo praticamente ganho, recebeu uma bomba do holandês Sneijder, aos 42 minutos do segundo tempo, que virou o jogo. Parece até montanha russa. Uma hora você está lá em cima, de repente dá uma despencada, depois volta a subir e, por aí vai.

Que o diga o goleiro Júlio César, nosso goleiro, crucificado pela desclassificação do Brasil, em 2010, na África do Sul, no jogo de hoje contra o Chile, defendeu bolas indefensáveis, incluindo dois pênaltis, o que salvou o Brasil da desclassificação. Salve o Júlio César que salvou o Brasil! E, que ninguém se esqueça que tanto as vitórias quanto as derrotas fazem parte desse show.

O negócio é a gente esperar o melhor, nos prepararmos para o pior e, aceitarmos o que vier.

E, que venha a Colômbia!

Se gostou do que leu, curta a nossa página no FaceBook!

www.FaceBook/AlternativasSaudaveis

like us on facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TESTE