Porque comer orgânicos

Hoje em dia ainda é muito comum percebermos uma atitude, eu diria, preconceituosa, vindo até mesmo de pessoas com uma boa condição financeira, em relação ao consumo de alimentos orgânicos.

Imagino que seja em parte pela falta de informação, em parte por terem a falsa impressão que custa mais caro e, muito também fica por conta da velha resistência em aceitar esse novo olhar em relação à alimentação, à saúde e à vida de maneira geral. Afinal, tudo isso faz parte de um novo paradigma que nós já estamos vivendo.

alimentos orgânicos fazem muito bem à saúde!

alimentos orgânicos

Na verdade, comer alimentos orgânicos não tem nada de novo. Aliás, essa era a única opção há milhares de anos. Infelizmente, com o progresso, a indústria alimentícia foi introduzindo práticas modernas de agricultura, visando lucros exorbitantes em detrimento da saúde das pessoas.

Para isso começaram a usar os pesticidas, os herbicidas, os fungicidas e os fertilizantes que, além da nossa saúde, destroem o meio ambiente de forma irreversível.

A consequência, como afirma o Dr. Alberto Peribanez Gonzalez, autor do livro, Lugar de Médico é na Cozinha, o qual recomendo com entusiasmo, que o consumo de alimentos com agrotóxicos está envolvido na epidemia de doenças como o câncer, como os distúrbios de atenção, como a perda da fertilidade masculina, entre outras.

O Dr. Alberto Gonzalez faz a seguinte revelação em seu livro: “No município do Rio de Janeiro não há córrego sequer que não receba, à distância mínima de cem metros de sua nascente, o despejar de esgoto in natura com fezes humanas, de porcos e de outros animais, cloro puro, creolina, inseticidas e pesticidas de todos os tipos, pilhas elétricas e lixo pesado. Além de eliminar por completo a vida de várias espécies nesses córregos (crustáceos, peixes e aves), grande parte desses tóxicos é carcinogênica. O Dr. Alberto finaliza essa explicação acrescentando que “com todos esses eventos mórbidos, já se pode dizer que potencialmente todos os lençóis freáticos em área urbana no Brasil estão comprometidos.

O Dr. Mark Hyman, médico norte-americano especializado em diabetes e obesidade, afirma categoricamente, no seu best seller The Sugar Blood Solution, que o consumo de alimentos contaminados por agrotóxicos é uma das causas do diabetes e da obesidade terem também se tornado epidêmicos.

Como se isso não bastasse, tem também a questão dos alimentos geneticamente modificados (GMOs), que é um atentado à saúde pública. Cada vez mais, pesquisas têm comprovado que os alimentos geneticamente modificados provocam danos aos intestinos, alergias, problemas cardiovasculares, problemas de fígado e de pâncreas, mudanças nas células testiculares, tumores, além de muitas outras doenças. É bom lembrar que o trigo e o milho encabeçam a lista dos alimentos geneticamente modificados.

Para aqueles que estiverem interessados em saber mais a respeito dessa história tenebrosa dos alimentos geneticamente modificados, sugiro os livros de Jeffrey M. Smith, Seeds of Deception e Genetic Roulette e, também o livro Barriga de Trigo, tradução em português do Best seller Wheat Belly do Dr. William Davis.

Fora os problemas de saúde, os alimentos orgânicos são muito mais saborosos. Não dá nem para comparar. Você sabia que a maioria das bananas, cultivadas com agrotóxicos, são também amadurecidas com gás?

Os orgânicos custam mais caro que os alimentos convencionais, porque são produzidos em pequena escala, em geral por famílias de agricultores, cujas safras são mais sujeitas a perdas, por não terem nenhum tipo de químico. Por causa de tudo isso, esses pequenos produtores não conseguem vender os seus orgânicos pelos mesmos preços de um grande distribuidor.

Outra coisa. Como os orgânicos são plantados naturalmente, na maioria das vezes, não parecem tão viçosos quanto os alimentos convencionais, que são conservados com muitos químicos, para resistirem ao tempo que ficam dentro dos caminhões de transporte.

Se formos contabilizar o que nós economizamos de médico e farmácia quando comemos orgânicos, vamos chegar à justa conclusão, que, na verdade, os orgânicos são baratos.

Se o seu bolso não alcançar bancar tudo orgânico, tente substituir alguns alimentos, para diminuir o volume de resíduos químicos no seu dia-a-dia. Há alguns alimentos que são mais contaminados que outros. Por exemplo: a banana, a batata, a cebola, a couve, o morango, o tomate são alguns desses alimentos.

Procure ler sobre o assunto, pesquise, experimente alimentos orgânicos. Você vai se surpreender com o sabor e a sua saúde vai agradecer!

Se gostou do que leu, curta a nossa página no Facebook!

Comentários
  1. 5 anos ago
  2. 5 anos ago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TESTE